quinta-feira, 18 de junho de 2015

Tem um barulho no peito querendo sair
tem você na cabeça que não para de chamar
essa é a segunda geração da minha poesia
e você, letra-a-letra, querendo rimar.
Tem uma música nova que não paro de ouvir
tenho milhões de projetos pra recomeçar
tem um chão que me olha esperando eu cair
tenho um quarto inteiro pra arrumar
tenho uma vida inteira pra arrumar
tenho uma vida inteira pra arrumar
.
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário