quinta-feira, 6 de novembro de 2014

cadê as flores?

Não se importe - delire! - a vida vai te enlouquecer de qualquer jeito.
Você chega e me bombardeia com os acontecimentos do seu dia
todo dia
e eu nem sei o que dizer
você nem sabe como foi meu dia
você não quer saber
então você delira,
eu, delírio.
Eu já não sei como esconder
tanta flor
tanto lírio que você não quer receber
teu amor, meu martírio,
eu não consigo perceber
onde está.
onde está? No carinho implorado? no suspiro injuriado?
No dormir sozinha ao teu lado?
você dorme, eu não...
eu só deliro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário