terça-feira, 21 de outubro de 2014

fim de semestre ou de vida?

te amo, amor
mas é que tá difícil sabe?
todo esse não-tempo, toda essa distância dentro de mim.
todos esses detalhes, tudo isso que eu sempre quis
eu não dou conta.
minha cabeça não funciona nesse tempo,
nessa superfície
nesse silêncio.
desculpa, amor, mas eu não to conseguindo,
minha cabeça não dá conta
de tanta distância
de tanta conta pra pagar,
pra acertar,
não quero aposentar-me por invalidez, não quero me invalidar.
mas já não sei...
esse silêncio todo, esse vazio todo, essa solidão que me insiste,
essa depressão
vira tortura, vira uma fuga, vira loucura, vira maldição.
esse silêncio vira um surto,
vira um lapso de compreensão.
desculpa amor, mas eu não tô conseguindo.
eu não quero acordar, não quero dormir.
não dá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário