terça-feira, 5 de novembro de 2013

mas é preciso uma paixão
mesmo que cega, 
mesmo que burra,
para não nos acharmos perdidos
para não nos acharmos "em vão"...

eu não quero ser em vão.

Um comentário: