quarta-feira, 28 de março de 2012

o hábito da palavra

o hábito da palavra,
o querer dizer (depois de tanto tanto esforço no silêncio), o novo sentir. o querer mergulhar, como se qualquer água fosse nada, perto daquele mar. perto do fogo.
bifurcações.
a tal segurança. a tua segurança. tua.

(quem é você?)

quem são vocês?







O gelo-pedra, que se espalha estômago afora, não faz parte desse peito aqui. Não mais.
















E eu quis dizer: o hábito da palavra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário