sexta-feira, 14 de outubro de 2011

14.10

sozinho sozinho sozinho sozinho sozinho sozinho chuva
eu precisava escrever pra alguém
mas pra quem escrever?
tô cansada de eu mesma ler
tô cansada dessa solidão que me faz completa
dessa solidão que me invade num pensamento nulo e chega à ponta de cada dedo
dessa inutilidade.
desse ser um nada
desse fazer tudo em pensamento e ser um nada
(dói. dói querer fagocitar essa tua cápsula protetora)
dói sentir-se só.
dói expor-se (a tanto custo) e descobrir-se desinteressante.
e depois ainda ouvir falar em medo.
sozinho sozinho sozinho sozinho chuva
que chova todos os dias aqui dentro
que chova todos os dias aí dentro
amanhã passa e nada vai ter mudado
nada
nada


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário