terça-feira, 10 de agosto de 2010

A cor lá fora

Eu preciso dessa tristeza, melancolia - sobre o que escreveria então? Felicidade? Ah, isso é sem sal. Ninguém lê alegrias. as minhas deixo lá fora. Eu as vivo, esmigalho e aproveito o menor grão.
Porque lá fora a vida é outra. É prazer em respirar. não cabe aqui. Meu papel não aceita tanta cor - não agora.
Quero só as cores dum dia nublado. No máximo um vermelho forte pra sentir escorrer a vida por entre os dedos.
Amarelos, azuis, violetas... estas ficam no céu e não é mais hora de estar nas núvens.
(não enquanto você não estiver aqui)

Um comentário:

  1. "Sou uma pessoa com um olho triste que escreve e um olho alegre que vive." (Lya Luft)

    ResponderExcluir